Humor e violência no Tuíter durante os protestos pelo impeachment de Dilma Rousseff

Anelisa Maradei

Resumo


O presente artigo tem por objetivo analisar a comunicação que se estabeleceu entre os atores sociais pelo Tuíter durante os protestos pelo impeachment da ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff. Foram analisados 250 posts, categorizados buscando explorar aspectos como violência, humor, gênero dos atores sociais, posição adotada (contra ou a favor do governo). Utilizamos de revisão bibliográfica para a execução da pesquisa e de análise de conteúdo, qualitativa e quantitativa do material. Percebe-se que há amplo uso do humor para as manifestações de violência que se processam na rede social online. Há também uma ligeira predominância de posts com conteúdo ligado ao humor em relação aos posts com conteúdo envolvendo violência.


Palavras-chave


Tuíter; redes sociais online; impeachment; comunicação; protestos.

Texto Completo:

PDF

Referências


(2017, maio 29). Operação Lava Jato. Folha de São Paulo. Recuperado de http://arte.folha.uol.co m.br/poder/operacao-lava-jato/.

(2017, fevereiro 27). Significado de violência. Dicionário do Aurélio. Recuperado de https://dicio nariodoaurelio.com/violência.

(2016, janeiro 9). Querol, Ricardo. Zygmunt Bauman: As redes sociais são uma armadilha. El País. Recuperado de https://brasil.elpais.com/brasil/2015/12/30/cultura/1451504427_67588 5.html.

Bardin, L. (2010). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Batista, L. (2016, março 11). Cronologia: protestos 2015 a 2016. Recuperado de http://acervo.est

adao.com.br/noticias/acervo,cronologia-protestos-2015-a-2016,12157,0.htm.

Castells, M. (2013). Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar.

Castells, M. (2015). O poder da comunicação. Paz & Terra (Grupo Editorial Record).

Di Felice, M. & Lemos, R. (2014). A vida em rede. Campinas, SP: Papirus.

Freire, P. (1992). Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Goode, W. & Hatt, P. K. (1973). Métodos em pesquisa social. São Paulo: Nacional.

Gomes, W. (2004). Transformações da política na era da comunicação de massa. São Paulo: Paulus.

Gomes, W. (2005). Internet e participação política em sociedade democrática. Revista Famecos, (27), 58-78. Porto Alegre: PUC-RS.

Gómez de la Torre, A. E. M. & Reichert, J. (2011). Projetando a sociedade do futuro: uma reflexão sobre os impactos da globalização e das tecnicidades nos cidadãos. Revista Comunicação e Sociedade, 33(56), 149-171.

Lemos, A. & Lévy, P. (2010). O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus.

Lopes, M. I. V. (2009). Uma aventura epistemológica. Matrizes, Revista do Programa de Pós- Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo, (2), 143-162. Recu- perado de www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/viewFile/111/178.

Maia, R. C. M. (2008). A conversação sobre temas políticos em contextos comunicativos do cotidiano. Política e Sociedade, (12).

Marques, F. P. J. A. (2006). Debates políticos na Internet: a perspectiva da conversação civil. Opinião Pública, 12(1).

Martin-Barbero, J. (2009). Uma aventura epistemológica. Entrevistador: Maria Immacolata Vas- salo de Lopes. Matrizes, 2, 143-162.

Martino, L. M. S. (2015). Teoria das mídias digitais: linguagens, ambientes e redes. 2. ed. Petrópolis: Editora Vozes.

Mulher joga carro contra manifestante de vermelho e quase atropela PM na frente da casa do Lula, em SBC #protestosp. (2016, março 13). Tuíter: g1saopaulo. Recuperado de https://twitter.co m/search?q=twitter.com%2FM4eSEn0rzL.

Recuero, R & Soares, P. (2013).Violência simbólica e redes sociais no facebook: o caso da fanpage “Diva Depressão”. Galaxia (São Paulo, Online), (26), 239-254.

São Paulo – Manifestantes levam ’pedalinho’ para a Paulista como protesto. #protestosp. (2016, março 13). Tuíter: g1saopaulo. Recuperado de https://t.co/OC7aIBXeyi.

Se acabar a corrupção acabará o dinheiro para champanhe na #MarchaDosCorruptos , comandada pela #GloboGolpista. (2016, março 13). Tuíter: pnolasco2000. Recuperado de https://twitter. com/pnolasco2000/status/709077544537092097/photo/1.

SP – Pessoas tiram foto com o choque da PM. ’É esse que entra na favela?’, perguntou uma manifestante.#protestosp. (2016, março 13). Comentário neste post. Tuíter: GuilhermeTom. Recuperado de https://twitter.com/g1saopaulo/status/709062222794854401.

Vizer, E. & Ferreira, J. (2007). Mídia e movimentos sociais – linguagens e coletivos em ação. Paulus.


Apontadores

  • Não há apontadores.


Licença URL: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/deed.pt_PT