A obra de Edileuza Penha de Souza

uma análise de Mulheres de Barro (2014) e Filhas de Lavadeiras (2019)

Autores

Resumo

Esse artigo pretende investigar dois curtas documentários da cineasta Edileuza Penha de Souza enquanto objetos culturais em suas relações com os feminismos negros: Mulheres de Barro , de 2014 e Filhas de Lavadeiras, de 2019. A análise comparada entre os filmes permite refletir sobre como a diretora aborda as intersecções entre as opressões de raça, gênero e classe e como impacta em diferentes subjetividades dessas mulheres negras, dando sentido e protagonismo em suas vidas.

Publicado

2024-03-27