Considerações teóricas a respeito das condições de “abertura crítica” nos trailers

Caio Menezes de Carvalho

Resumo


Os trailers geralmente são os responsáveis pela primeira concepção que o público tem a respeito do filme anunciado. Criam-se, portanto, com base nestas peças publicitárias, expectativas a respeito do que será posto em desenvolvimento na obra anunciada – não raro sob a forma de pressuposições. Estas expectativas, a serem parcial ou integralmente confirmadas ou não diante da experiência de ver o filme em si, são aquilo que nos permitem falar em uma possibilidade de “abertura crítica” nos trailers, a transformar uma relação ordenada, “dada”, com a obra, em um nível (mínimo que seja) de relação crítica. A partir do conceito umbertiano de obra aberta, a abarcar discussões sobre a definição de arte e sobre as características da mensagem estética, este capítulo propõe, dessa maneira, discutir a seguinte questão: faz sentido falar de trailers também como obra aberta?


Palavras-chave


Trailers; obra aberta; cinema; interpretação

Texto Completo:

PDF

Referências


Eco, Umberto. Seis passeios pelos bosques da ficção. Trad.: Hildegard Feist. – São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

___________. Obra aberta: formas e indeterminação nas poéticas contemporâneas; tradução de Giovanni Cutolo. Trad.: Giovanni Cutolo. 10º ed. – São Paulo: Perspectiva, 2015.

___________. A definição de arte. Trad.: Eliana Aguiar. 1º ed. – Rio de Janeiro: Record, 2016.

____________. Estrutura ausente: introdução à pesquisa semiológica. Trad.: Pérola de Carvalho. – São Paulo: Perspectiva, 2013. 4º reimpressão da 7º edição.

____________. Lector in fabula. Trad.: Attílio Cancian. – São Paulo: Perspectiva, 2011.

____________. Os limites da interpretação. Trad.: Pérola de Carvalho. – São Paulo: Perspectiva. 2012. 2º edição.

____________. Tratado geral de semiótica. Trad.: Antônio de Pádua Danesi e Gilson Cesar Cardoso de Souza. – São Paulo: Perspectiva, 2014. 5º edição.

Genete, Gérard. Paratextos editoriais. Trad.: Álvaro Faleiros – Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2009.

Kernan, Lisa. Coming attractions: reading american movie trailers. Austin: University of Texas Press, 2004.

Landowski, Eric. De L’Imperfection, o livro do qual se fala. In GREIMAS, A. J. Da imperfeição; pref. e trad. Ana Claudia de Oliveira; São Paulo: Hacker Editores, 2002.

Ruiz, Jon D. Definición y Natureza Del Trailer Cinematográfico. Pensar la Publicidad. 2007, vol 1, n.2, 99 – 116.

Silva, Marcel Vieira Barreto, & Costa, Ian. A anunciação do inverno próximo: o trailer serial em Game of Thrones. Revista Passagens – Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade do Ceará. Volume 5. Número 1. Ano 2014. Disponível em http://www.periodicos.ufc.br/passagens/article/view/1351 . Acesso em 25 de junho de 2019.


Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2019 Eikon

RedibDOAJ
Licença Creative Commons