Afetividade e Narrativa Revisitada: um olhar sobre a memória teleafetiva dos telespectadores de Tieta

Mario Abel Bressan Júnior

Resumo


Este artigo apresenta como objetivo analisar a afetividade dos telespectadores da telenovela Tieta, a partir da memória teleafetiva. A pesquisa responde como aparecem os afetos da audiência ao revistarem uma narrativa audiovisual 28 anos depois, e que tipo de elementos afetivos pode contribuir para o sucesso da telenovela, desencadeando uma memória teleafetiva. Como procedimento metodológico, aplica-se a análise de conteúdo de Bardin (2011), identificando os sentidos léxicos das postagens no twitter durante a primeira semana da estreia de Tieta, no Canal Viva, de 01 a 06 de maio de 2017. O resultado final demarca que a memória teleafetiva evidencia afetos ao revisitar uma narrativa audiovisual e evoca prazer com as rememorações.


Palavras-chave


televisão, memória, memória teleafetiva, redes sociais, afeto

Texto Completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. 2ª reimp. da 1.ed. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERGSON, H. Matéria e memória: ensaio sobre a relação do corpo com o espírito. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

CAIXETA, L. “Desenvolvimento histórico das neurociências das emoções”. In: PÔRTO, W. G (Org). Emoção e Memória. São Paulo: Artes Médicas, 2006.

LEITE, A. “Tieta” deixa Canal Viva em primeiro lugar na TV Paga. CTV Audiência, São Paulo, 8 jul. 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 de jan de 2018

FERRÉS, J. Televisão subliminar: socializando através de comunicações despercebidas. Porto Alegre: Artmed, 1998.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2003.

HUYSSEN, A. Seduzidos pela memória: arquitetura, monumentos, mídia. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

IZQUIERDO, I. Memórias. Estudos Avançados, São Paulo, v. 3, n. 6, maio/ago. 1989. Disponível em: . Acesso em: 10 de ago. 2016.

IZQUIERDO, I. Memória. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

LE BRETON, D. As paixões ordinárias: antropologia das emoções. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

LOPES, M. I. V.; GRECO, C. Brasil: a “TV transformada” na ficção televisiva brasileira. In: LOPES, M. I. V.; GÓMEZ, G. O. (Re)invenção de gêneros e formatos da ficção televisiva: anuário Obitel 2016. Porto Alegre: Sulina, 2016.

SANTOS, F. H. Memória emocional em crianças. In: PÔRTO, W. G. (Org). Emoção e Memória. São Paulo: Artes Médicas, 2006.

WOLTON, D. Elogio do grande público: uma crítica da televisão. São Paulo: Ática, 1996.


Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2018 Eikon

RedibDOAJ
Licença Creative Commons