Entre a superfície e a profundidade: câmera-corpo no cinema asiático contemporâneo

Camila Vieira da Silva

Resumo


Ao fazer uso da relação câmera-corpo e de uma “estética do fluxo”, os filmes contemporâneos asiáticos Shara, de Naomi Kawase; Adeus, Dragon Inn, de Tsai Ming- liang; Café Lumière, de Hou Hsiao-hsien; e Mal dos Trópicos, de Apichatpong Weerasethakul, trabalham a superfície e a profundidade não apenas como forças diametrialmente opostas, mas também como experiências igualmente legítimas que podem ser vivenciadas até o extremo. Os filmes não separam o estável do instável, a presença da ausência, o aparecer do desaparecer.


Palavras-chave


estética, corpo, superfície, cinema contemporâneo, sensorialidade

Texto Completo:

PDF

Referências


ANDRADE, F. (2009). “Outros corpos”. Revista Cinética. Março de 2008. Disponível em: .

ARISTÓTELES. (2001). Ética a Nicômaco. São Paulo: Martin Claret.

BACHELARD, G. (1990). A Terra e os Devaneios do Repouso: Ensaio sobre as imagens da intimidade. São Paulo: Martins Fontes.

BAECQUE, A. (2008). “Telas – o corpo no cinema”. In COUTRINE, J.-J. (ed.). História do corpo 3. As Mutações do Olhar. O Século XX (pp. 481-507). Petrópolis: Editora Vozes.

BARTHES, R. (2003). O Neutro. São Paulo: Martins Fontes.

BERRY, M. (2005). Speaking in Images: Interviews with Contemporary Chinese Filmmak-ers. New York: Columbia University Press.

BOUQUET, S. (2002) “Plan contre flux”. Cahiers du Cinéma, n. 566, 46-47.

BURDEAU, E. (2005). “Rencontre avec Hou Hsiao-hsien”. In FRODON, J.-M. (ed.). Hou Hsiao- hsien. Paris: Cahiers du Cinema.

CONFÚCIO. (2005). Os Analectos. São Paulo: Martins Fontes.

DELEUZE, G. (2005). A imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 2005.

GARDNIER, R. (2009). “A chegada do trem na estação”. Contracampo, n.75. Disponível em: .

GARDNIER, R. (2009). “Mal dos Trópicos”. Contracampo, n. 64. Disponível em: .

JOYARD, O. (2003). “C’est quoi ce plan? (La suite)”. Cahiers du Cinéma, n. 580, 26-27.

JULLIEN, F. (2000) Um sábio não tem ideia. São Paulo: Martins Fontes.

HANSEN-LOVE, M. (2005). “Café Lumière”. In FRODON, J.-M. (ed.). Hou Hsiao-hsien. Paris: Cahiers du Cinema.

KAWASE, N. (2004). “J’ai decide de jouer la veille du tournage”. Cahiers du Cinéma, n. 589, 23.

LALANNE, J.-M. (2002). “C’est quoi ce plan?” Cahiers du Cinéma, n. 569, 26-27.

LÓPEZ, J. M. (2005). “Shara y lo in/visible”. Revista Tren de Sombras, n. 3. Disponível em: .

OLIVEIRA JR., L. C. (2009). “Síndromes e um Século”. Contracampo, n. 83. Disponível em: <www.contracampo.com.br/83/mostrasindromeseumseculo.

htm>.


Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2018 Eikon

RedibDOAJ
Licença Creative Commons