A trilogia de curtas-metragens documentários de Gerson Tavares de 1959

Rafael de Luna Freire

Resumo


Este artigo aborda três curtas-metragens dirigidos pelo cineasta fluminense Gerson Tavares (1926-) e lançados em 1959, intitulados Arte no Brasil de hoje, O grande rio e Brasília, capital do século. Analisamos como esses filmes, especialmente os dois últimos, possuem relações com outros curtas documentários contemporâneos que seriam considerados os deflagradores do Cinema Novo.

Palavras-chave: documentário; Cinema Novo; Gerson Tavares. 


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.