Documentários, intervenção e protagonismo coletivo no movimento sindical brasileiro dos anos 1970 e 1980

Maria Alice Campagnoli Otre

Resumo


Apesar de, como pesquisadora, ter maior aproximação com a subárea da comunicação popular, alternativa e comunitária do que com o cinema em si, o livro Filmar operários: registro e ação política dos cineastas durante a di- tadura militar no Brasil, de Marcos Corrêa, lançado em 2016 pela Editora Appris, mostrou-se capaz de comunicar, ensinar, contextualizar e aproximar as subáreas de maneira tão natural e instigante, que me permitiu uma leitura agradável e profunda, repleta de informações e riquíssima em interpretações sobre os documentários analisados.

São nove filmes produzidos nos anos de 1970 e 1980, que, na análise do autor, fugiram do modo de produção de documentários tradicionais, em que o cineasta conduz o universo que representa, e deram voz a um protagonismo coletivo e às demandas específicas dos segmentos retratados no contexto do movimento popular/sindical. 


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.