A exibição fílmica do virtuosismo instrumental no documentário musical Nelson Freire

Ludmila Moreira Macedo de Carvalho

Resumo


O artigo promove uma análise do documentário Nelson Freire (2003), procurando demonstrar as estratégias estilísticas utilizadas pelo filme para representar em sons e imagens o virtuosismo do pianista Nelson Freire. Com isso, pretende-se contribuir para uma discussão acerca das múltiplas relações entre música e cinema no documentário musical, um campo do cinema documental em crescimento no Brasil e no mundo.


Palavras-chave


cinema documentário; documentário musical; documentário brasileiro; virtuosismo; performance musical.

Texto Completo:

PDF

Referências


Auslander, P. (2006). The performativity of performance documentation. Journal of Performance and Art, 28(03), 1-10.

Carvalho, M. (2012). O rock desligado de Lóki. DOC Online, (12), 75-99.

Chanan, M. (2013). Music, documentary, music documentary. In B. Winston (ed), The documentary film book. NY: Palgrave.

Cohen, T.F. (2012). Playing to the camera: musicians and musical performance in documentary cinema. NY: Wallflower Press.

Comolli, J-L (2004). Algumas pistas paradoxais para passar entre música e cinema. Ver e Poder – a inocência perdida: cinema, televisão, ficção, documentário. Belo Horizonte: UFMG.

Gorbman, C. (1987). Unheard melodies: narrative film music. London: BFI.

Lapera, P. V. A. (2009). Funk e rap no documentário brasileiro contemporâneo. Cambiassu, 5(01), 226-246.

Lima, C. (2015). Música em cena: à escuta do documentário brasileiro. Minas Gerais: Tese de Doutorado, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais.

Ramos, L. (2012). Como explicar o ímpeto do documentário musical brasileiro?. DOC Online, (12), 127-150.


Apontadores

  • Não há apontadores.



Este trabalho está licenciado com uma Licença  Licença Creative Commons
 

 
Sites de interesse | Sitios de interés | Sites d'intérêt | Sites of interest: