A fala no documentário O fim e o princípio (2005) de Eduardo Coutinho

Fernando Andacht, Débora Regina Opolski

Resumo


No artigo serão analisadas duas cenas do documentário O fim e o princípio (2005), de Eduardo Coutinho, com o objetivo de estudar o aspecto performativo do material sonoro da fala, com o modelo semiótico triádico, colocando a ênfase nos as- pectos icônicos-indiciais. Na narrativa, a fala estabelece cada indivíduo como pessoa singular através da expressividade que os aspectos sonoros únicos transmitem. Palavras-chave: documentário; Eduardo Coutinho; performance vocal; pessoa/perso- nagem; semiótica. 


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.



Este trabalho está licenciado com uma Licença  Licença Creative Commons
 

 
Sites de interesse | Sitios de interés | Sites d'intérêt | Sites of interest: