O registro cinematográfico de movimentos migratórios na poesia documental de Marcos Pimentel em Ossos da saudade (2021)

Adriano Medeiros da Rocha

Resumo


A proposta deste estudo é refletir sobre conceitos e formas utilizados na produção do longa metragem Os ossos da saudade (2021), desenvolvido pelo cineasta brasileiro Marcos Pimentel. O documentarista independente dedica-se à investigação da memória e suas relações com o tempo. Nesta pesquisa, propomos uma análise fílmica sensível da obra que traz à superfície a temática dos movimentos migratórios entre países de língua portuguesa e suas repercussões.

Palavras-chave


movimentos migratórios; memória; esquecimento; análise fílmica; Marcos Pimentel; Os ossos da saudade.

Texto Completo:

PDF

Referências


Assmann, A. (2011). Espaços da recordação. Formas e transformações da memória cultural. Campinas: Ed. Da Unicamp.

Borges, C. (2009). Entrevista com Marcos Pimentel. Disponível em: http://oglobo.globo.com/blogs/cineclube/posts/2009/09/04/entrevista-com-marcospimentel-219978.asp

Casetti, F. & Chio, F. (2007). Cómo analizar un film. Barcelona: Paidós.

Delgado, L. (2006). História Oral: memória, tempo, identidades. Belo Horizonte: Autêntica.

França, A. R. (2002). Das teorias do cinema à análise fílmica. Salvador: Dissertação de mestrado em Comunicação e Cultura Contemporâneas, Universidade Federal da Bahia.

Hall, S. (2011). A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora.

Miranda, M. (2006). Marcos Pimentel. Disponível em: http://www.acessa.com/nossagente/arquivo/artistas/2006/03/11-marquinhos/

Jiménez, J. (1994). Narrativa Audiovisual. Madrid: Cátedra.

Patarra, N. (2005). Migrações internacionais de e para o Brasil contemporâneo: volumes, fluxos, significados e políticas. Revista São Paulo em Perspectiva, 19(3) 23-33. São Paulo. Disponível em: https://www.scielo.br/j/spp/a/CzHCXvFvRzrh6nQ899xvzqK/?lang=pt

Pollak, M. (1989). Memória, esquecimento, silêncio. Revista Estudos

Históricos, 2(3) 3-15. Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.cpdoc.fgv.br/revista/arq/43.pdf

Ricoeur, P. (2007). A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora Unicamp.


Apontadores

  • Não há apontadores.


 
Sites de interesse | Sitios de interés | Sites d'intérêt | Sites of interest: