Desenhos de Viagem

Francisco Tiago Paiva

Resumo


Bem presente na Odisseia de Homero, a cultura da viagem funda na curiositas o princípio do conhecimento humano. As viagens de Marco Pólo, Pêro da Covilhã, Pêro Vaz de Caminha, Vasco da Gama e Pedro Álvares Cabral ficaram célebres pela notícia que deram de longínquas paragens, mas também pelo que de lá trouxeram. A generalização do pergaminho e do papel facilitou a sistematização e a circulação desse conhecimento e contribuiu para a disseminação de modelos iconográficos, retraindo a ambiguidade interpretativa sobre esses testemunhos.[1]


[1] RECHT, Roland, “Desenhos e ‘tratados’ de arquitectura”, in Georges Duby e Michel Laclotte (dir.), História Artística da Europa (Seuil, 1995), Tomo II, Quetzal Editores, Lisboa, 1998, p.206s.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.