A Planície Desencantada. Lugares da periferia e do quotidiano

Paulo Almeida

Resumo


O título deste texto é uma deliberada antítese do nome da conferência. Na evocativa designação, “A Montanha Mágica” é percebida como um espaço de origem e como utopia, símbolo de superação e elevação. No imaginário, a Montanha é a projeção de uma certa visão da natureza, a um tempo difícil, mas também regeneradora. A Montanha é uma singularidade, ou uma figura vertical contra uma paisagem normal, nivelada ou comum, ou uma Planície Desencantada.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.